Ajudar as organizações a subir na Web
Menu
PWM is a Hootsuite Partner

Hootsuite Solution Partner

Inscrição na Digital Marketers - Associação de Marketing Digital

Usabilidade e Navegabilidade

Quando falamos em Webmarketing temos que ter sempre presente que no centro está o cliente; o usuário; o visitante; o utente; ou como lhe queiramos chamar. Não estamos nós, nem o “técnico” (que por acaso é nosso sobrinho e sempre teve jeito para estas coisas[1]), que agricultou as nossas páginas com “pirotecnia” que leva uma eternidade a carregar ou efeitos sonoros para todos os gostos e que não se sabe onde é que se desligam.

 
Vem isto a propósito porque ao longo deste portal são abordadas algumas questões, umas com cariz técnico e outras mais filosóficas, com vista a tentarmos maximizar o investimento neste poderoso canal que é a Internet.
Mas não há nem técnica nem filosofia que valham a sites cuja página de entrada (Home) não acrescenta qualquer valor, excepto para o seu autor…
 

 
Ou sem sistemas de navegação

 
Ou sem qualquer cultura estética e funcional.

 

Usabilidade

 Usabilidade
A usabilidade consiste na arquitectura da informação concebida e estruturada PARA e POR CAUSA do usuário. O usuário é o centro de tudo. Há autores que falam em “pirâmide invertida”, estando na sua base os técnicos e no topo os utilizadores.
 
Duma maneira ou doutra, usabilidade aqui rima com facilidade, acessibilidade e funcionalidade.
 
O papel dos gestores é refrear a visão “tecnocêntrica” em detrimento do foco no utilizador. É refrear o foco nos processos, preferindo o foco no cliente.
 
Uma das manifestações da usabilidade é a navegabilidade. Vejamos em que consiste.
 

Navegabilidade

A navegabilidade traduz-se na facilidade proporcionada ao utilizador na sua visita ao longo da informação e das páginas do site. O lema aqui é: menos cliques e informações necessárias sempre à mão e numa sequência lógica.
Isto na prática traduz-se em quê?
 
  1. Todas as páginas do site deverão ter um menu sempre visível e de preferência no mesmo sítio.
  2. Todas as páginas deverão ter maneira fácil de aceder à página principal (Home).
  3. Nunca fazer páginas tipo “beco sem saída”, só navegáveis com os botões “atrás” ou “adiante” do browser.
  4. Se um site tiver secções temáticas de grande dimensão deverá considerar-se a colocação dum menu adicional.
  5. Na dúvida sobre questões de navegabilidade adopte a seguinte regra: nenhuma zona do site poderá ser acessível com mais do que 3 cliques.

[1] É impressionante a quantidade de vezes com que já me deparei com empresários cujos sites foram feitos pelo «sobrinho». Às vezes dou comigo a perguntar:
— Mas… será sempre o mesmo? Será que todos os sites foram feitos pelo Nelinho? .

Ver o artigo original: Usabilidade e Navegabilidade (Nota: abrirá outra janela)

Poderá também ter interesse em: